vender salgados rua

Como vender salgados na rua: regularização

Já pensou em ganhar a vida vendendo salgados na rua? A atividade está em alta com a crise do desemprego e a necessidade que as pessoas tem de se alimentar. Ao tirar a sua licença para a venda ambulante, um novo mundo se abre para os negócios. Veja como vender salgados na rua!

Como vender salgados na rua

vender salgados rua

Nesse artigo, vamos lhe falar de tudo o que você precisa para vender seus salgados na rua, as várias maneiras de comercialização, a legislação para você tirar sua licença e várias dicas preciosas para você estabelecer o seu negócio de comida de rua.

Seja um micro-empreendedor individual

A maneira mais fácil de legalizar seu negócio é se inscrever no site do Portal do Empreendedor MEI, onde você receberá o seu CNPJ por email.

As vantagens de se tornar um MEI são muitas: com o CNPJ MEI você estará coberto pela Previdência com auxílio-doenca, aposentadoria por idade ou invalidez, auxílio-maternidade e etc.

VEJA TAMBÉM: Como montar uma barraca de salgados: Dicas de como divulgar

Além do mais, o imposto é fixo, mensal e barato, pagando no máximo 54 reais por mês de impostos do seu CNPJ MEI. Tem também direito a conta bancária empresarial, podendo solicitar financiamento.

O empresário MEI também não precisa de contador, fazendo o seu próprio controle do CNPJ MEI, podendo também ter um funcionário com tributação reduzida.

No entanto, é preciso atentar para o fato de que o faturamento anual não pode ser superior a 81 mil reais, com um limite de faturamento proporcional a 6.750 reais por mês.

Cada cidade pode ter o seu processo de licença

O processo de obtenção pode variar de cidade para cidade. Por isso, é preciso procurar a prefeitura de sua cidade para dar entrada com o processo de sua licença para a venda ambulante para obter o seu TPU – Termo de Permissão de Uso. Você vai precisar levar os seguintes documentos:

• Ofício solicitando análise do seu pedido

• Cópia do CPF do representante da empresa;

• Cópia do CNPJ MEI

• Identificação do ponto pretendido (rua, número, bairro, CEP, e foto do local);

• Definição do período e dias da semana em que pretende exercer sua atividade, não podendo ser inferior a 4 horas nem superior a 12 horas por dia pleiteado;

• Descrição dos equipamentos a serem utilizados para armazenamento e manipulação (exemplo: máquinas, suportes, vitrines, pias, utensílios, exaustores), bem como dos toldos retráteis e de mobiliário (mesas, bancos e cadeiras) se for o caso;

• indicação dos alimentos que pretende comercializar.

O TPU passa a ser um documento indispensável do vendedor de comida de rua, trazendo escrito o nome do permissionário, a categoria do equipamento, a descrição do ponto, os alimentos a serem comercializados e os dias e períodos de atividade.

Como escolher o ponto certo?

Se você está pretendendo vender salgados na rua, é bom escolher um bom local para o seu comércio ambulante. Por isso, você precisa escolher um local que tenha bastante circulação de pessoas, em geral no centro de sua cidade, perto de escolas, hospitais, serviços públicos.

Confira o movimento do local pelo menos três vezes em dias e horários diferentes e descubra os melhores horários para atividade. Veja se a rua é conhecida, tem acesso fácil e movimento suficiente.

Verifique também se os produtos que você pretende vender combinam com o local.

Analise o comércio local, se pode ajudar ou prejudicar você. Pesquise o público para saber se essas pessoas comprariam os seus produtos e, por fim, confira as condições de higiene, segurança, luminosidade e a lotação do espaço. Verifique também a presença de odores.

Dicas e regras sobre os equipamentos, alimentos e limpeza

  • Instale recipientes de lixo com sacos de plástico na calçada.
  • Não coloque cercas ou divisórias que isolem o local de comercialização
  • Monte o equipamento dentro dos limites estabelecidos para o ponto
  • Mantenha a área ocupada e o seu entorno sempre limpos
  • Mantenha os equipamentos em bom estado, fazendo os consertos necessários
  • Não utilize equipamentos sonoros
  • Não descarte resíduos líquidos ou sólidos na rede pluvial, como bueiros, sarjetas, rios, etc.
  • Todos os equipamentos devem ter depósito para captação dos resíduos líquidos.

Fazer os salgados ou apenas revender?

Existem duas possibilidades: ou você mesmo faz os salgados para vender na rua, ou compra de um produtor para revender.

Se você for fazer os salgados, é preciso levar alguns aspectos em conta: trabalhando em casa, seus lucros serão maiores.

Em compensação, terá que ter um compromisso maior com horários para produzir os salgados, idas aos fornecedores, e o objetivo de ter a produção pronta todos os dias para poder vender.

VEJA TAMBÉM: Tipos de embalagens para salgados

Se você for apenas revender os salgados, terá mais tempo para comercializá-los. As duas maneiras precisam ser bem avaliadas na hora de escolher se você vai produzir ou não em casa a sua produção de salgados.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *