qual valor cobrar salgados

Qual valor cobrar na venda de salgados?

Uma das perguntas mais frequentes de quem está começando um negócio de venda de salgadinhos feitos em casa é como saber qual valor cobrar na venda de salgados?

Definir uma base de preços é uma das partes mais difíceis de qualquer empreendimento. O preço varia muito de região para região, do poder aquisitivo do público consumidor, da média dos preços cobrados na sua cidade ou bairro, da complexidade do trabalho realizado.

VEJA TAMBÉM: Tudo sobre ganhar dinheiro com mini salgados

Como saber qual valor cobrar na venda de salgados?

qual valor cobrar salgados

É difícil calcular o valor do nosso trabalho. Ninguém quer ter prejuízo e tampouco chocar os clientes com preços demasiadamente caros. Não há coisa mais constrangedora que barganhar com um cliente sobre o preço do nosso salgado.

Se você está começando o seu negócio, é natural sentir insegurança sobre como cobrar pelo seu trabalho. Se você valoriza o seu trabalho e coloca um preço que acha justo, seus clientes vão valorizar a qualidade. Ou, ainda, podem não concordar. Aqui, você vai ter que ter jogo de cintura para impor os seus preços. 

Foi pensando nisso que trazemos aqui um método de cálculo para você vender a sua produção de salgados e doces e não levar com um prejuízo em cima.

Calcule todo o gasto

Comece calculando TODO o gasto de materiais para essa receita, incluindo confeitos, forminhas e embalagens.

Por exemplo, se você gastou R$ 40,00 para fazer uma encomenda, o preço a ser cobrado será:

R$ 40,00 (material) x 3 = R$ 120,00. Esse cálculo inclui todos os gastos com o gás do fogão, a energia, a água e, é claro, a mão-de-obra. Está tudo incluído nesse cálculo.

E se você quiser saber o preço por unidade de cada salgado, divida o total de gastos pela quantidade que a receita rendeu. Por exemplo:

Você gastou R$ 80,00 de material e renderam 100 docinhos. R$ 80,00 : 100 = R$ 0,80 de custo
R$ 0,80 (custo) x 3 = R$ 2,40 que será o preço de venda de cada salgadinho

Esse cálculo se aplica a salgados e doces simples, tradicionais e que dão pouco trabalho.

No entanto, é preciso observar uma coisa: se você faz um trabalho mais elaborado, o custo não está somente nos ingredientes, mas também no trabalho que você investiu.

Por isso, se deu muito mais trabalho para fazer seus doces e salgados, se precisou modelar, esculpir, confeitar artisticamente, acrescente 30% cento a mais no preço de venda. 

VEJA TAMBÉM: 5 receitas de risoles para você sair do convencional

Se o cliente reclamar, é preciso argumentar e valorizar o trabalho que você fez.

Lembre-se de algo muito importante: o seu trabalho é manual, artesanal e direcionado aos seus clientes. Não dá para comparar com produtos que foram feitos, por exemplo, numa máquina de salgados por especialistas que trabalham em fornecer a lanchonetes, padarias ou buffets. Na hora de dar o seu preço, este será o seu melhor argumento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *